Vila Velha espera receber mais de R$ 150 milhões para obras do PAC 2

A Prefeitura de Vila Velha espera receber mais de R$ 150 milhões do governo federal para investir em obras que fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2. Por isso, o prefeito Neucimar Fraga esteve em Brasília, nesta segunda (19), para participar de uma reunião no Ministério das Cidades. Os secretários municipais de Infraestrutura, Projetos e Obras Especiais, Zacarias Carrareto, e de Planejamento Orçamento e Gestão, Francisco Milfont, também marcaram presença no encontro.

Na reunião foi feita uma entrevista técnica para a entrega dos projetos finalizados e que serão desenvolvidos em Vila Velha, e que agora aguardam aprovação. Além das intervenções ao longo do Canal da Costa, orçadas em R$ 137 milhões, estão sendo solicitados recursos para a drenagem e pavimentação de todas as ruas dos bairros Jabaeté e João Goulart, que têm custo de aproximadamente R$ 22 milhões. O município também apresentará uma contrapartida de 3% do valor total de investimentos.

"São obras fundamentais para o desenvolvimento da cidade, principalmente para a prevenção de alagamentos, além de trazer bem-estar para nossos cidadãos", garante o prefeito, lembrando que estão sendo pleiteados recursos junto à Secretaria Nacional de Saneamento e à Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana.

De acordo com Milfont, que é gestor do PAC 2 em Vila Velha, esta foi a segunda etapa de captação de recursos para obras prioritárias na cidade. "A primeira aconteceu em 11 de junho, e serviu para apresentarmos o plano de investimentos e o projeto inicial. Ontem apresentamos o projeto final", destacou. A expectativa é de que o anúncio da liberação de recursos aconteça em setembro, com início das obras no primeiro trimestre de 2011.

Vila Velha foi o município capixaba que solicitou o maior volume de recursos para investimentos. Inicialmente foi apresentado um orçamento de R$ 300 milhões, que servirão para a realizar obras do sistema de bombeamento das águas pluviais do Canal da Costa, que corta diversos bairros de Vila Velha, além da drenagem e pavimentação das ruas dos bairros Jabaeté e João Goulart. "Temos esperança de conseguir a maior parte deles", acrescenta Milfont.

O PAC 2 prevê investimentos de R$ 1,59 trilhão entre 2011 e 2014 em áreas de alta sensibilidade social, como moradia e saúde. A seleção do Ministério das Cidades será feita em etapas por subconjunto de temas e grupos de municípios. Os Estados e municípios estão subdivididos em três grupos e Vila Velha faz parte do grupo 1, pois está entre as cidades com  população acima de 100 mil habitantes. O grupo soma 477 cidades das regiões Sul e Sudeste, que representam 60% da população brasileira.

Fonte: Site PMVV


Espírito Santo em Ação © Copyright 2009, Asevila

Av. Luciano das Neves, 209, Edf. Dom Estevam, sala 506, Centro, Vila Velha - ES
CEP: 29.100-201 / CNPJ: 09.238.172/0001-72