Produção industrial no Espírito Santo tem maior queda registrada no país


 

Atividade da indústria capixaba recuou 2,4%, entre julho e agosto. No comparativo anual, queda foi ainda maior, de 7,5%



A produção industrial no Espírito Santo apresentou queda de 2,4%, de julho para agosto. Essa foi a maior baixa registrada, no período, entre os 14 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


No comparativo anual, a queda registrada no Estado foi ainda maior, de 7,5%, ficando atrás apenas do Paraná, cuja baixa foi de 10,8% no período. Segundo o levantamento do IBGE, o parque industrial capixaba apresentou queda nos setores de metalurgia básica e extrativo.


Entre julho e agosto, nove dos 14 locais pesquisados pelo instituto registraram crescimento na produção industrial: Goiás (10,3%), Amazonas (7,6%), Rio Grande do Sul (4,8%), Minas Gerais (3,3%), Paraná (3,0%) e São Paulo (2,7%). A média nacional ficou em 1,5%.


Na direção oposta, a indústria recuou no mês de agosto no Ceará (-1,5%), Pará (-0,7%) e em Pernambuco (-0,7%), além do Espírito Santo. A região Nordeste registrou estabilidade.


Na comparação com agosto de 2011, o movimento foi oposto: houve queda na produção em nove dos 14 locais pesquisados. Além do Espírito Santo e Paraná, apresentaram redução o Pará (-5,7%), Rio de Janeiro (-5,6%), São Paulo (-4,6%), Amazonas (-4,6%), Ceará (-2 2%), Santa Catarina (-2,2%) e Rio Grande do Sul (-1,5%).

Minas Gerais (4,6%), Goiás (3,7%), Bahia (3,4%), região Nordeste (1,7%) e Pernambuco (1,5%) foram as regiões que tiveram avanço em relação ao mesmo mês de 2011. No período, a média da produção da indústria nacional foi de -2,0%. (Com informações da Agência Estado)


Comentário

  • Nome Completo:
    Email:
    Digite aqui seu Comentário:
    Enviar
Espírito Santo em Ação © Copyright 2009, Asevila

Av. Luciano das Neves, 209, Edf. Dom Estevam, sala 506, Centro, Vila Velha - ES
CEP: 29.100-201 / CNPJ: 09.238.172/0001-72